Afonso Zeca — Tecto Do Mendigo lyrics

Num lugar ermo
Sу no meu abrigo
Aн terei meu tecto
E meu postigo
De longe em longe
А luz das madrugadas
Duas camisas
Quem nгo tem lavadas?
Aн serei meu dono
E companheiro
Dizei amigos
Se nгo sou solteiro
E se eu morrer
O tecto que nгo caia
Porque um mendigo
Dorme de atalaia
De quando em quando
Chamo o perdigueiro
Dizei amigos
Quem chega primeiro
Aн terei meu poiso
А luz da veia
Aн verei o sol
Duma janela
Tenho uma trompa
Tenho uma cascata
Tenho uma estrela
No bairro da lata
Olha o mar alto
Olha a maresia
Olha a montanha
Vem rompendo o dia
[ Lyrics from: http://www.lyricsty.com/afonso-zeca-tecto-do-mendigo-lyrics.html ]