Ay, que laureles tan verdes!
Que rosas tan encendidas!
Si piensas abandonarme mejor quitame la vida;
Alza los ojos a verme
Si no esta comprometido.

Eres mata de algodon!
Que vives en el capullo;
Ay, que tristeza me da
Cuando te llenas de orgullo
De ver a mi corazon
Enredado con el tuyo!

Eres rosa de castilla
Que solo en mayo se ve
Quisiera hacerte un invite,
Pero la verda no se
Si tiene quiйne te lo evite,
Mejor me separare

Por "ai" va la despedida,
Chinito por tus quereres
La perdicion de los hombres;
Son las benditas mujeres

Y aqui se acaban cantando
Los versos de los laureles.

This ranchera is a standard for all
mariachis and dates back to the 1920's
or 1930's. It is supposed to have been
written by Consuelo Vel醩quez; it was
common, especially during the Mexican
Revolution in 1910, for women to write
songs and include the couplets that men
customarily used. This would explain the
line, la perdicion de los hombres son las
maldites mujeres (cursed women), in the
original version. L. Are.


The Laurels

Written by Joselй"‰ez

Ay, how green the laurels are!
What fiery roses!
If you're thinking of leaving me better
to take away my life;
Lift your eyes to look at me
If you are not engaged to be married.

You are a sprig of cotton
That lives in the bud;
Ay, what sadness I feel
When you fill yourself with haughtiness
Upon seeing my heart
Entangled with yours!

You are a rose from Castille
That can only be seen in May
I would like to invite you,
But in truth I don't know
If there is someone in the way
Better that I go away.

So goes the farewell
Chinito, to your affections
The Blessed women
Are the ruin of men;
And here ends the singing
Of the verses of the laurels
[ Lyrics from: http://www.lyricsty.com/linda-ronstadt-los-laureles-lyrics.html ]

letra de Los Laureles de Linda Ronstadt

LyricsArtists: LLinda Ronstadt lyricsletra de Los Laureles de Linda Ronstadt  

letra de Los Laureles de Linda Ronstadt

Linda Ronstadt Los Laureles lyrics was added to the site 14 Jul, 2008 and since that time has 2 hits and voted 0 times. Other popular Linda Ronstadt lyrics are: Frenesi, Blue Bayou and Tracks Of My Tears.

Ai, laureles tan verdes!
Tan rosas encendidas!
Si piensa abandonarme mejor tire la vida;
Alza los ojos um verme
Si não esta comprometido.


Eres mata de algodon!
Vives en el capullo;
Ay, tristeza me da
Cuando te você de Urgull
De ver um mi corazón
Enredado con el tuyo!

Eres rosa de Castela
solo en mayo se ve
convite de un Quisiera fazer-te,
Pero la verda não se
Si tiene quiйne te lo convite,
Mejor me separare

Por "ai" va la despedida,
Chinito por tus quereres
La perdicion de los hombres;
Filho las benditas mujeres

Y aqui se acaban cantando
Los versos de los laureles.


Este ranchera é um padrão para todos os
de mariachis e remonta ao
de 1920 ou 1930. É suposto ter sido
escrito por Consuelo Velй† © quez; foi
comum, especialmente durante o mexicano
revolução em 1910, para as mulheres a escrever canções
e incluir os dísticos que homens
usualmente utilizados. Isto explicaria a linha
, la perdicion de los hombres filho las
maldites mujeres (mulheres amaldiçoadas), na versão original de
. L. são.


Os louros

escrito por Joselй "‰ez

Ay, como o verde os louros são!
Que Rosas ardentes!
Se você está pensando em sair-me melhor
tirar minha vida;
Levanta os teus olhos, olha para mim
se você não está prestes a se casar.


És um raminho de algodão
que vive pela raiz;
Ay, que tristeza sinto
quando você encher-se com altivez
ao ver meu coração
preso com o seu!

Você é uma rosa de Castela
que só pode ser vista em maio
eu gostaria de convidá-lo,
, mas na verdade não sei
se há alguém no caminho
melhor que eu vá embora.


Assim o adeus
Chinito, aos seus amores
as mulheres abençoadas
são a ruína dos homens;
e aqui termina o canto
dos versos dos louros
Translation in progress. Please wait...