Raul Seixas — Eu Quero Mesmo lyrics

(R. Seixas - P. Coelho, 1976)
Eu estava caminhando pela Rua do Ouvidor, quando de repente
Eu vi um velhinho com uma cuia pedindo esmoa
E a cada uma que dava esmola, ele contava sua histria:
Eu nasci h dez mil anos atrs
E no tem nada neste mundo que eu no sabia demais
Eu vi Cristo ser crucificado
O amor nascer e se assassinado
E as bruxas pegando fogo para pagarem seus pecados
Vi Moiss cruzar o Mar Vermelho
Maom cair na terra de joelhos
E Pedro negar Cristo por trs vezes diante do espelho
Vi as velas de acenderem para o Papa
Babilnia ser riscada do mapa
Conde Drcula sugando sangue novo e se escondendo atrs
Da capa
Vi a arca de No cruzar os mares
Salomo cantar seus Salmos pelos ares
Vi zumbi fugir com os negros pra floresta, pro quilombo dos palmares
Vi o sangue que corria da montanha
Quando Hitler chamou a Alemanha
E o soldado que sonhava com a amada numa cama de campanha
Li os smbolos sagrados de umbanda
Fui criana pra poder danar ciranda
Quando todos praguejavam contra o frio fiz a cama da varanda
Tava junto com os macacos na caverna
Bebi vinho com a s mulheres na taberna
Quando a pedra despencou da ribanceira eu tambm quebrei a
Perna
Fui testemunha do amor de Rapunzel
Vi a estrela de David brilhar no cu
E pra aquele que provar que eu estou mentindo
Pra este eu tiro o meu chapu.
Andr Velloso - Rio de Janeiro, Brazil
Alv@domain.com.br - alvnet@yahoo.com
[ Lyrics from: http://www.lyricsty.com/raul-seixas-eu-quero-mesmo-lyrics.html ]